10 Dicas Para Criar Um Currículo

0
9

Mesmo depois de passar por alguns estágio, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como fazer um currículo.

Nada mais natural, já que esse documento de apresentação é simplesmente o primeiro contato que o candidato faz com a empresa.

Por esse motivo, elaborar um bom currículo com o objetivo alinhado com a proposta do contratante e com as pretensões pode ser algo decisivo para alcançar a entrevista pessoal.

Basta continuar sua leitura e conferir nesse artigo, como fazer um currículo de maneira prática para apresentar às empresas e suas principais habilidades e conhecimentos.

Qual é a importância de um bom currículo?

Saber fazer um currículo bem estruturado é muito importante como passaporte para uma agência de interesse, as empresas geralmente recebem muitos currículos, então fazem a pré-seleção e depois convidam os candidatos para uma entrevista.

Por isso, é importante saber quais são os critérios exigidos para as expectativas das contratadas e vagas de emprego, principalmente saber apresentar os dados de forma estruturada, clara, direta e atrativa.

Ou seja, o currículo deve apresentar uma linguagem compatível com os contratados da empresa, e o candidato precisa destacar em suas habilidades, qualificações e experiência o que considera essencial para agregar valor ao seu discurso, e desta forma atrair mais atenção na seleção.

Qual a estrutura de um currículo e o que devo escrever nele

Embora seja importante usar uma linguagem compatível, como uma empresa, um bom currículo exige alguns dados, portanto, independente de haver vagas, um currículo deve conter a seguinte estrutura básica:

Dados pessoais

As primeiras informações do currículo devem apresentar a pessoa, por isso você deve informar:

  • Idade;
  • Nome completo;
  • estado civil
  • endereço completo;
  • e-mail;
  • número de telefone celular ou da residência

Tenha muito cuidado no momento de indicar o e-mail, ativo e evite o uso de expressões ou apelidos que não passe uma boa impressão.

Objetivo

O espaço para contar sobre seu objetivo que deve ser usado de maneira direta e estratégica.

O candidato deve informar, de maneira resumida, a atuação pretendida dentro da empresa conforme foi a vaga oferecida.

Entretanto, para quem está em busca do primeiro emprego, o ideal é apenas indicar a área de interesse. Como exemplo, “área financeira” ou “área comercial”.

Tente não incluir detalhes ou várias áreas de atuação, pois o recrutador pode entender que você não sabe o deseja exatamente.

Resumo das qualificações

O espaço deve ter o que o próprio subtítulo diz, um resumo, por isso deve ter no máximo 6 linhas e trazes de uma maneira simples e bem sucinta as qualificações pertinentes à vaga pretendida.

Nesse ponto o candidato deve usar as próprias palavras para chamar atenção do recrutador e levá-lo a ler o currículo até o final.

Descreva, sem rodeios, as principais qualidades adquiridas sendo em programas de estágios, trabalhos acadêmicos ou conhecimentos construídos em cursos a mais.

O mais importante é colocar as informações positivas, mostrando que podem agregar ao trabalho da companhia.

Formação Acadêmica

Não é necessário escrever um longo texto sobre a sua formação, basta dizer o curso, grau de escolaridade e o nome da instituição, além de deixar claro a conclusão do curso.

Experiencia profissional

Para quem já iniciou a carreira e adquiriu experiencias anteriores, fica mais fácil inserir informações nesse espaço, apenas informando o nome da empresa, período em que trabalhou e cargo.

Cursos complementares

Use o espaço para mencionar cursos, feiras, workshops, seminários que já tenha participado, lembre-se de incluir com uma pequena descrição.

Idiomas

Seja verdadeiro ao informar os idiomas que sabe e o nível de conhecimento em cada um deles.

Informática

Nesse espaço o candidato pode listar os programas e ferramentas de que possui um certo domínio ou que já tenha feito algum curso da área.

Pronto, agora basta arrasar em seu currículo!